terça-feira, 21 de outubro de 2014

Concursos para profissionais de segurança pública

Alguns concursos para contratação de policiais civis e militares estão com edital disponível. Confira abaixo os estados que estão oferecendo diversas vagas para profissionais de segurança pública se você deseja ingressar nessa área.


Polícia Civil do Ceará
Vagas: 336 para escrivão e 259 para inspetor
Salário: R$ 2946,19
Inscrições: Até o dia 07/11/2015
Nível: Superior
 Polícia Militar da Paraíba
Vagas: 30
Salário: De R$ 1360,23 a R$ 5.584,91
Inscrições: Até o dia 3/11/2014
Nível:  Médio
 Polícia Civil de Sergipe
Vagas: 100 para agente da polícia judiciária substituto e 20 para escrivão substituto
Salário: R$ 4.500,00
Inscrições: Até o dia 29/10/2014
Nível:  Superior
Com informações do Tribuna do Ceará.

Municípios Têm Até Dezembro Para Assumir Iluminação Pública

As prefeituras de 1.809 municípios do país têm até o fim do ano para assumir a manutenção da infraestrutura de iluminação pública de suas cidades, que atualmente está sob responsabilidade das distribuidoras de energia. A medida da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) tem como objetivo atender a uma previsão constitucional, que determina que a iluminação pública é de responsabilidade municipal.

Segundo a Aneel, 3.755 cidades já assumiram os ativos de iluminação pública. Alguns estados, no entanto, como São Paulo, Pernambuco, Ceará, Amapá, Paraná e Roraima enfrentam dificuldades na transferência. Em Minas Gerais, por exemplo, dos 853 municípios apenas 19 assumiram. O prazo para a transferência já foi prorrogado duas vezes pela Aneel.

O superintendente de regulação de serviços comerciais da agência, Marcos Bragatto, diz que o dia 31 de dezembro é o prazo final, e não há disposição da Aneel em prorrogar novamente. “Isso tem sido alertado aos municípios em todos os encontros, fóruns, em todas as oportunidades temos sempre insistido nessa questão: que o prazo é improrrogável”, garante. Ele explica que, a partir de 1º janeiro de 2015, as distribuidoras não têm mais a prerrogativa de operar e manter o sistema de iluminação pública.

Para custear a manutenção dos ativos, que inclui luminárias, lâmpadas, relés e reatores, as prefeituras poderão instituir a Contribuição de Iluminação Pública (CIP) que, por sua vez, pode ser arrecadada por meio da fatura de energia elétrica. Para os municípios que não criaram ou que não vão criar a CIP por decisão local, há a opção de arrecadar os recursos pelo Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU). Os postes de luz continuarão sendo administrados pelas distribuidoras de energia.

Segundo o presidente da Confederação Nacional dos Municípios, Paulo Ziulkoski, o impacto da medida vai depender do tamanho e da realidade de cada município. “Sempre procuramos mostrar para a Aneel a dificuldade de esses municípios assumirem [a iluminação]. Isso vai acarretar um ônus a mais para as prefeituras e necessariamente vai ter que ser repassado para a CIP e, em última instância, acredito que o próprio cidadão terá que pagar”, avalia.

Para ele, a situação pior está em São Paulo e em Minas Gerais, onde há um maior número de municípios que ainda não assumiram os ativos. Ziulkoski estima que muitas cidades não vão conseguir cumprir o prazo, e que a entidade busca um novo adiamento. “Mas de uma forma ou de outra elas vão ter que assumir, está na resolução”, disse.

Fonte: Agência Brasil - EBC Brasil

Polícia Civil flagra presidiário traficando drogas dentro de “quentinhas”

Em Canindé

DSC02993A equipe da Polícia Civil de Canindé efetuou uma prisão inusitada nesta cidade do Sertão Central. Os policiais flagraram um presidiário traficando drogas para outros detentos, recolhidos nos xadrezes da delegacia. Segundo os inspetores, o acusado, Francisco José da Silva, utilizava as marmitas de comida, popularmente conhecidas como “quentinhas”, para atender aos pedidos dos usuários presos. Dessa vez foram apreendidas cerca de 3 gramas em pedras de crack.
Conforme os policiais civis o presidiário estava cumprindo pena em regime fechado, desde 2012, pelo assassinato de sua esposa. A Justiça havia concedido a ele trabalhar na cozinha da cadeia pública. As investigações ainda estão sendo realizadas para esclarecer desde quando o presidiário cozinheiro estava traficando drogas nas “quentinhas”. A participação de outros detentos também está sendo investigada.
DSC02995Além do tráfico de drogas o presidiário está sendo investigado sobre o envolvimento em falsos sequestros, através de ligações telefônicas. Nos últimos meses várias pessoas foram vítimas desse tipo de crime em Canindé. A suspeita do envolvimento de Francisco José da Silva nesses crimes está relacionada aos 11 telefones celulares e seis chips encontrados dentro do armário dele, na cadeia pública. Havia inclusive  dois litros, de cachaça, dentro do armário do presidiário.

Açude Sousa em Canindé está praticamente seco.

Reservatórios do Ceará acumulam 25% da capacidade
O aporte hídrico do Ceará é de apenas 25,23% do volume total. Dos 18.794.867.343 m3 de água que o Estado tem capacidade para armazenar, existem apenas 4.698.716.839 m3 acumulados nos 149 açudes monitorados pela Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh). Algumas regiões têm situação crítica. A Bacia do Curu, por exemplo, que possui dez açudes e tem espaço para 1.029.273.000 m3 de água, está com apenas 3,67% do volume. Já a Bacia do Alto Jaguaribe – uma das maiores do Estado, composta por 23 açudes - tem situação mais confortável: dos 2.834.177.911 m3 de capacidade estão preenchidos 45,5%. Com a sequência de três anos com chuvas abaixo da média, o Ceará passa por uma estiagem expressiva.

Os problemas com falta de chuva e relacionamento com o semiárido, entretanto, se arrastam por décadas. O POVO solicitou as propostas dos dois candidatos ao Governo do Estado, Camilo Santana (PT) e Eunício Oliveira (PMDB), sobre a relação com o semiárido e as obras - emergenciais e estruturantes - planejadas por cada um (ver quadros).

Os últimos três anos foram de precipitações abaixo da média e recarga incipiente nos açudes. Das 12 bacias hidrográficas cearenses, seis apresentam volume inferior aos 20%. Em 2012 – ano de início da estiagem – choveu 51% abaixo da média. Os anos de 2013 e 2014 tiveram precipitações, respectivamente, 31% e 33% abaixo da média na quadra chuvosa, segundo dados fornecidos pela Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). E, com a iminência do El niño acontecer na região do Pacífico, há possibilidade de 2015 também ter poucas chuvas, pois o fenômeno influencia na circulação dos ventos. “Uma previsão de 60% para a ocorrência do El niño, 35% para um evento neutro no Pacífico e uma chance muito baixa de acontecer La niña, 5%. Os anos de El niño são associados com redução de chuvas no Ceará. Mas, como as chuvas não dependem exclusivamente das temperaturas do Pacífico, a previsão ainda é prematura”, explica o meteorologista David Ferran.

Problema reversível

João Abner Guimarães, doutor em Recursos Hídricos e professor da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), afirma que parte dos problemas do semiárido é “perfeitamente resolvível”. Para além da estiagem deste triênio, conforme o estudioso, é necessário pensar em um sistema de capilaridade para abastecimento não apenas urbano, mas rural. “Principalmente, levando em conta a quantidade de carros-pipa em circulação agora. Com esse recurso, os governos poderiam ter feito um amplo programa de adutoras. A energia chegou na casa das pessoas, a água pode chegar também”, opina o professor. Ele critica a falta de continuidade das ações estruturantes – que são paralisadas com as mudanças de gestão pública.

Emergência

O Ceará tem 169 municípios em situação de emergência (por seca ou estiagem) reconhecidos pelo Governo Federal. A condição é fundamental para continuar recebendo verbas e programas mitigadores dos efeitos da seca (operação carro-pipa, bolsa estiagem, garantia-safra, perfuração e recuperação de poços).

Conforme explica Ricardo Adeodato, diretor de Operações da Cogerh, para atender a população de localidades mais afastadas tem sido feito investimento constante em ações emergenciais de distribuição da água armazenada – o gestor destaca a construção das Adutoras de Montagem Rápida (AMR). Para a resolução do problema, entretanto, conforme afirma Ricardo, são os investimentos em obras estruturantes que merecem prioridade. “O Eixão das Águas já está concluído e leva água do Castanhão até o Porto do Pecém. Mas nós temos projetos de ampliação, que devem entrar no orçamento do próximo ano. Temos projetos detalhados com viabilidade. E o Cinturão das Águas, obra estruturante, deverá ter continuidade pelas gestões vindouras”, explica Ricardo Adeodato.

Foto: Reservatórios do Ceará acumulam 25% da capacidade

Açude Sousa em Canindé está praticamente seco. 
O aporte hídrico do Ceará é de apenas 25,23% do volume total. Dos 18.794.867.343 m3 de água que o Estado tem capacidade para armazenar, existem apenas 4.698.716.839 m3 acumulados nos 149 açudes monitorados pela Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh). Algumas regiões têm situação crítica. A Bacia do Curu, por exemplo, que possui dez açudes e tem espaço para 1.029.273.000 m3 de água, está com apenas 3,67% do volume. Já a Bacia do Alto Jaguaribe – uma das maiores do Estado, composta por 23 açudes - tem situação mais confortável: dos 2.834.177.911 m3 de capacidade estão preenchidos 45,5%. Com a sequência de três anos com chuvas abaixo da média, o Ceará passa por uma estiagem expressiva.

Os problemas com falta de chuva e relacionamento com o semiárido, entretanto, se arrastam por décadas. O POVO solicitou as propostas dos dois candidatos ao Governo do Estado, Camilo Santana (PT) e Eunício Oliveira (PMDB), sobre a relação com o semiárido e as obras - emergenciais e estruturantes - planejadas por cada um (ver quadros).

Os últimos três anos foram de precipitações abaixo da média e recarga incipiente nos açudes. Das 12 bacias hidrográficas cearenses, seis apresentam volume inferior aos 20%. Em 2012 – ano de início da estiagem – choveu 51% abaixo da média. Os anos de 2013 e 2014 tiveram precipitações, respectivamente, 31% e 33% abaixo da média na quadra chuvosa, segundo dados fornecidos pela Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). E, com a iminência do El niño acontecer na região do Pacífico, há possibilidade de 2015 também ter poucas chuvas, pois o fenômeno influencia na circulação dos ventos. “Uma previsão de 60% para a ocorrência do El niño, 35% para um evento neutro no Pacífico e uma chance muito baixa de acontecer La niña, 5%. Os anos de El niño são associados com redução de chuvas no Ceará. Mas, como as chuvas não dependem exclusivamente das temperaturas do Pacífico, a previsão ainda é prematura”, explica o meteorologista David Ferran.

 
Problema reversível

João Abner Guimarães, doutor em Recursos Hídricos e professor da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), afirma que parte dos problemas do semiárido é “perfeitamente resolvível”. Para além da estiagem deste triênio, conforme o estudioso, é necessário pensar em um sistema de capilaridade para abastecimento não apenas urbano, mas rural. “Principalmente, levando em conta a quantidade de carros-pipa em circulação agora. Com esse recurso, os governos poderiam ter feito um amplo programa de adutoras. A energia chegou na casa das pessoas, a água pode chegar também”, opina o professor. Ele critica a falta de continuidade das ações estruturantes – que são paralisadas com as mudanças de gestão pública.

Emergência

O Ceará tem 169 municípios em situação de emergência (por seca ou estiagem) reconhecidos pelo Governo Federal. A condição é fundamental para continuar recebendo verbas e programas mitigadores dos efeitos da seca (operação carro-pipa, bolsa estiagem, garantia-safra, perfuração e recuperação de poços).

 

Conforme explica Ricardo Adeodato, diretor de Operações da Cogerh, para atender a população de localidades mais afastadas tem sido feito investimento constante em ações emergenciais de distribuição da água armazenada – o gestor destaca a construção das Adutoras de Montagem Rápida (AMR). Para a resolução do problema, entretanto, conforme afirma Ricardo, são os investimentos em obras estruturantes que merecem prioridade. “O Eixão das Águas já está concluído e leva água do Castanhão até o Porto do Pecém. Mas nós temos projetos de ampliação, que devem entrar no orçamento do próximo ano. Temos projetos detalhados com viabilidade. E o Cinturão das Águas, obra estruturante, deverá ter continuidade pelas gestões vindouras”, explica Ricardo Adeodato.

Fonte: O Povo
CurtirFonte: O Povo

Dilma tem 52%, e Aécio, 48% dos votos válidos, aponta Datafolha

Levantamento com 4.389 eleitores foi feito nesta segunda (20).
Margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

Do G1, em São Paulo
Pesquisa Datafolha (Foto: G1)
Pesquisa Datafolha divulgada nesta segunda-feira (20) aponta os seguintes percentuais de votos válidos no segundo turno da corrida para a Presidência da República:
Dilma Rousseff (PT): 52%
Aécio Neves (PSDB): 48%

Para calcular esses votos, são excluídos da amostra os votos brancos, os nulos e os eleitores que se declaram indecisos. O procedimento é o mesmo utilizado pela Justiça Eleitoral para divulgar o resultado oficial da eleição.
A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal "Folha de S.Paulo".
De acordo com o Datafolha, na reta final da eleição, os candidatos continuam empatados, no limite da margem de erro, de dois pontos percentuais para mais ou para menos, mas Dilma aparece pela primeira vez numericamente à frente de Aécio em um levantamento feito após o primeiro turno.
No levantamento anterior do instituto, divulgado no dia 15, Aécio tinha 51% e Dilma, 49%.
Votos totais
Se forem incluídos os votos brancos e nulos e dos eleitores que se declaram indecisos, os votos totais da pesquisa estimulada são:
- Dilma Rousseff (PT): 46%
- Aécio Neves (PSDB): 43%
- Em branco/nulo/nenhum: 5%
- Não sabe: 6%
Na margem de erro, os candidatos estão empatados tecnicamente.
O Datafolha ouviu 4.389 eleitores no dias 20 de outubro. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%. Isso significa que, se forem realizados 100 levantamentos, em 95 deles os resultados estariam dentro da margem de erro de dois pontos prevista. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-01140/2014.
Certeza do voto
O Datafolha também perguntou, entre os dois candidatos, em quem os eleitores votariam com certeza, em quem talvez votassem e em qual não votariam de jeito nenhum. Veja os números:
Dilma
45% - votariam com certeza
15% - talvez votassem
39% - não votariam de jeito nenhum
1% - não sabe
Aécio
41% - votariam com certeza
18% - talvez votassem
40% - não votariam de jeito nenhum
2% - não sabem
1º turno
No primeiro turno, Dilma teve 41,59% dos votos válidos e Aécio, 33,55% (veja os números completos da apuração no país).
Avaliação do governo Dilma
O governo da presidente Dilma Rousseff é aprovado por 42% dos entrevistados da pesquisa. Esse é o percentual dos que avaliam o governo como ótimo ou bom.
O resultado da pesquisa de avaliação do governo Dilma foi o seguinte:
- Ótimo/bom: 42%
- Regular: 37%
- Ruim/péssimo: 20%
- Não sabe: 1% 


Passagem de meteoro no céu do Ceará chama atenção

Fenômeno coincide com chuva de meteoros na constelação de Órion.
Polícia recebeu várias ligações sobre questionando sobre o fenômeno.

Do G1 CE
Brilho do meteoro chamou atenção de quem observou (Foto: Ricardo Júnior Amaral/Arquivo pessoal)Brilho do meteoro chamou atenção de quem
observou
(Foto: Ricardo Júnior Amaral/Arquivo pessoal)

Um clarão no céu provocado por um meteoro chamou atenção dos cearenses na noite desta segunda-feira (20). O fenômeno coincide com a chuva de meteoros que ocorre na constelação de Órion. A Polícia Civil do Ceará recebeu ocorrência da passagem do meteoro por várias cidades do Estado. "Alguns moradores relataram a queda de um objeto em cidades vizinhas, mas não há nenhum registro de queda de qualquer coisa", diz o policial Francisco Couto. "O que muita gente alegou é que foi a queda de um avião, uns disseram até que ouviram o barulho da queda", completa o policial.
Sargento Lins, da Base Aérea de Recife, que controla o tráfego aéreo de grandes altitudes em todo o Nordeste, afirma que não há registro de nenhuma aeronave desaparecida na região na noite desta segunda-feira.
Para o astrônomo Pedro Antunes, é comum a passagem de meteoros ser confundida com avião em chamas ou com objeto voador não identificado (óvni). "As pessoas veem aquele clarão no céu, que não é muito comum, e ficam impressionadas, acabam imaginando coisas, mas estamos registrando muitos meteoros no céu do Ceará", diz.
De acordo com a Polícia Civil, o meteoro foi visto por pessoas na cidade de Iguatu, no interior do Ceará, e no litoral do Estado. "É possível sim um meteoro percorrer uma grande distância no céu. Enquanto ele sofre fricção com a atmosfera, ele entra em combustão e vai se destruindo. Um avião em chamas jamais iria percorrer um trecho tão longo antes de cair no solo", argumenta o astrônomo.

Trio é detido com armas em velório

SAINDO DO CEMITÉRIO
Image-0-Artigo-1724825-1
Os adolescentes disseram aos policiais militares que estavam armados para se protegerem de grupos inimigos
Três adolescentes foram flagrados armados, cada um com um revólver de calibre 38 municiado, na saída do Cemitério Memorial Plano da Paz, em Maracanaú, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), na manhã de ontem. Os suspeitos foram abordados dentro de um ônibus e disseram aos policiais que estavam armados para se defenderem de inimigos.
De acordo com o capitão PM Nazareno Cordeiro, comandante do Ronda do Quarteirão em Maracanaú, testemunhas viram jovens armados no cemitério e denunciaram à Polícia. Os suspeitos estavam participando do sepultamento de um jovem identificado apenas como Pedro de Assis, morto na manhã do último domingo (19), quando estava em uma casa de praia, no Icaraí, com amigos.
Conforme o soldado Sousa, os suspeitos armados são moradores no bairro Pan Americano e estavam indo embora no ônibus da funerária, quando a patrulha do Ronda (RD-1100) pediu que o ônibus parasse e realizou a revista nos passageiros.
Aproximadamente 50 pessoas estavam no veículo. Uma adolescente de 17 anos e dois garotos de 16 anos foram flagrados armados. Segundo o relato dos jovens, existe uma rivalidade entre um grupo do Pan Americano contra um grupo do bairro Pici. A Polícia investiga se a morte do jovem está ligada à disputa entre os grupos.