segunda-feira, 30 de novembro de 2015

Ex-vereador acusado de lavagem de dinheiro é preso pela PF no Ceará

Zé de Amélia foi presidente da Câmara de Juazeiro do Norte, no Ceará.
Ele é suspeito de sete crimes, entre eles peculato e associação criminosa.

Do G1 CE
Vereador é investigado por envolvimento em sete casos de fraude (Foto: TV Verdes Mares/Reprodução)Vereador é investigado por envolvimento em sete
casos de fraude (Foto: TV Verdes Mares)
O ex-presidente da Câmara de Juazeiro do Norte, no interior do Ceará, José Duarte Pereira, conhecido como Zé de Amélia, foi preso na tarde de sábado (29) pela Polícia Federal no aeroporto Internacional Pinto Martins, junto com a mulher. O casal estava com prisão decretada desde dezembro de 2014 por crimes de falsidade ideológica, uso de documentos falsos, associação criminosa, peculato e lavagem de dinheiro.
O ex-vereador foi preso quando tentava embarcar a filha da companheira no aeroporto de Fortaleza.
Em contato com o G1, o advogado do vereador afirmou que ele vai provar que não tem participação nos crimes dos quais é suspeito. Em 1º de abril de 2014, Zé de Amélia foi afastado da Câmara Municipal de Juazeiro do Norte por decisão do juiz Péricles Victor Galvão.
O caso
O Ministério Público denunciou Zé de Amélia como líder da associação criminosa, autor de sete crimes: ordenação de despesa não autorizada, aumento de despesa de pessoal, falsidade ideológica, uso de documento falso, associação criminosa, peculato e lavagem de dinheiros. Além dele, foram denunciadas sete pessoas, dentre elas, Mirantecia Rodrigues Sampaio, conhecida como Mira Sampaio.
Nos dois processos (criminal e improbidade administrativa), os valores das fraudes (contratos com contracheques e declarações falsas) e desvios de recursos públicos alcançam a quantia de R$ 8,2 milhões, já tendo sido determinado o bloqueio pela Justiça somente na ação de improbidade administrativa do valor de R$ 3,1 milhões pelo juiz de Direito da 3ª Vara Cível.
Números
-R$ 3.373.590,48 é o montante dos contratos de empréstimos consignados com declarações e contracheques falsos descritos na denúncia;
-R$ 519.650,00 foi o valor total referente ao pagamento de 39 servidores comissionados fantasmas no período de julho de 2011 a dezembro de 2012;
-R$ 1.269.879,91 é o total dos aumentos irregulares de remuneração no período de fevereiro de 2012 a novembro de 2012 (parâmetro de janeiro de 2012);
-R$ 3.110.444,13 foi a quantia desviada do poder público e bloqueada pela Justiça em razão de licitações fraudulentas referentes à aquisição de material de consumo (vassouras, etc.), locação de veículos e outras fraudes licitatórias) por parte de José Duarte Pereira Júnior em outra ação de improbidade administrativa.

Nenhum comentário:

Postagem em destaque

Mulher morta em Canindé CE.

Mulher foi morta no Bairro da Santa Luzia a vítima identificada como Gardenia Gomes da Silva de 39 anos veio a óbito. O corpo foi removido ...