domingo, 20 de dezembro de 2015

Dupla condenada por matar desafeto

Os dois homens que aparecem em imagens divulgadas nas redes sociais no começo do ano assassinando um desafeto no Ancuri, Grande Messejana, em Fortaleza, foram condenados à prisão. A dupla teria cometido o crime e espalhado as imagens para intimidar os moradores daquela região. A mulher que filmou a ação, Ariadna Lima Cordeiro, ainda não foi julgada.
Em fevereiro, foi divulgado na internet o vídeo da execução de Fábio Rodrigues de Sousa, 24, cometido no dia 17 daquele mês, terça-feira de Carnaval. A vítima foi cercada e atingida por 21 tiros de pistola.
Os réus Jorge Maciel de Sousa e Matheus Rodrigues da Rocha foram julgados e condenados por homicídio duplamente qualificado e associação para o tráfico, sendo absolvidos do crime de corrupção de menores.
Penas
O processo tramitou na 5ª Vara do Júri. O Conselho de Sentença condenou Jorge Maciel a cumprir pena de 28 anos e três meses enquanto Matheus Rodrigues foi apenado com 27 anos e três meses de prisão, ambos em regime inicialmente fechado. Conforme a sentença, "a associação para o tráfico, visando a manutenção do domínio do tráfico, se impor frente às associações rivais e, também, reafirmar o poder do tráfico perante a coletividade, (...) havia o emprego de arma de fogo, a prática de atos de grande violência além da soltura de fogos e a propagação de cenas gravadas da execução, de modo a causar intimidação de desafetos e da coletividade".

Nenhum comentário:

Postagem em destaque

Superior Tribunal de Justiça anula júri por uso de algema em réu durante julgamento

A Sexta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ), por maioria, anulou uma sessão do tribunal do júri porque o réu, acusado de homicídio...