segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

Motos com escapamentos alterados tira sossego de moradores

Com a falta de fiscalização o problema se agrava a cada dia.
Resultado de imagem para escapamento adulterado motoRuídos quebram o silêncio da madrugada nas avenidas de Canindé, por várias vezes durante a noite. Por vários dias durante a semana. Quando chega o sábado, dormir parece tarefa impossível. São motocicletas, muitas delas com o escapamento modificado, que correm a toda velocidade, provocando um barulho ensurdecedor que não dá descanso à vida dos moradores dessa cidade. 

Contudo, em Canindé, isso é algo que não preocupa os condutores que utilizam esse tipo de arma sonora para atormentar e tirar o sossego da população, que pede providências contra esse mal urbano. 
Quanto maior a perturbação causada pelo ruído da motocicleta, maior parece ser a sensação de satisfação do motoqueiro. Apesar da inconveniência, não há nenhuma parte da cidade que esteja isenta do barulho das descargas alteradas.
Resultado de imagem para escapamento adulterado motoO combate a esse mal é uma questão de interesse público. Uma das medidas que podem ser adotadas seriam, primeiramente, a fiscalização dos estabelecimentos responsáveis pela 'adaptação' dos veículos, que consiste em retirar as divisórias internas do escapamento. E, claro, tolerância zero contra os que insistirem em transitar com o equipamento alterado. O trânsito precisa ser visto como um ambiente de responsabilidade e não de diversão e prazer. 
“Vivo chateado com essa situação. O que me incomoda não é a moto comum, mas essas sem o miolo do escapamento. Nós, desta idade, estamos cansados. Minha esposa é doente e esse barulho não nos deixa dormir, nem durante o dia, nem à noite. Essa situação atrapalha os idosos, doentes acamados, estudantes, as pessoas que trabalham o dia inteiro e não conseguem descansar”, lamenta o aposentado José Antônio.
Maria Eveline tem uma criança de 6 meses, mas o bebê não consegue dormir direito, pois de hora, em hora passa um motoqueiro com uma descarga adulterada em frente à sua casa.
“Isso é uma falta de respeito e perturbação do sossego alheio. Será que não tem fiscalização em Canindé?”, questiona. 
Punição
Quem retira o miolo do abafador para que o motor fique ruidoso pode ser punido. A irregularidade devia ser fiscalizada pela Guarda Municipal da cidade, mas tem se mostrado omissa ao problema.
O artigo 230 do Código Brasileiro de Trânsito prevê multa de R$ 127,69 para veículos com descarga livre de ruído de escapamento sem miolo, com alteração do sistema original.
Além da multa, o motorista é enquadrado em penalidade grave e perde cinco pontos na carteira de habilitação.
A irregularidade precisa ser sanada no local, caso isso não aconteça, o documento do veículo é recolhido, enviado ao Detran e o dono só pode tê-lo de volta após resolver o problema e ser aprovado por vistoria.

Nenhum comentário:

Postagem em destaque

Sindicato Rural realiza eleição para Nova Diretoria no domingo (20)

O Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Canindé realizará no próximo domingo (20) eleição para a escolha da nova diretoria.  Duas chapas...