quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

Residência de vigilante é alvejada e móveis são destruídos a tiros

Quixadá

Pelo menos 30, esse foi o número de disparos de arma de fogo ouvidos na noite desta terça-feira, 15, por moradores do Conjunto Carolina Dinelly, na cidade de Choró, no Centro do Estado. Segundo informações da Polícia Militar os tiros foram efetuados contra a residência de um vigilante. Ele estava trabalhando quando o tiroteio ocorreu. Os disparos atingiram a porta da casa. A equipe da Polícia Militar destacada no Município seguiu até o local, para averiguar e tranquilizar os moradores.
Ainda de acordo com a Polícia os autores do tiroteio ainda invadiram o imóvel e destruíram vários móveis, também a tiros. No local foram encontrados 17 cartuchos de espingarda calibre 12, deflagrados. Durante o tiroteio houve correria de moradores no bairro onde estão situadas escolas e o Fórum de Justiça de Choró. Logo surgiram comentários que havia mais troteio na cidade, apesar dos caixas eletrônicos do Banco do Brasil e do Bradesco não estarem mais funcionando.
Os postos de atendimento e até a agência dos Correios da cidade foram destruídos durante ataques realizados este ano. A Polícia Civil e a Polícia Federal ainda estão investigando esses crimes. Ninguém ainda foi preso. A população pede mais segurança para a cidade que nos últimos meses se tornou uma das mais violentas do Ceará e também está se transformando numa “cidade fantasma”. Além do reforço policial pedem a instalação de câmeras de monitoramento, como as que existem em Banabuiú

Nenhum comentário:

Postagem em destaque

Codece vai reformar galpão da fábrica em Canindé, afirma vereador Assis Vieira

O vereador Assis Vieira afirmou na tribuna da Câmara, durante a sessão ordinária da última sexta-feira (11), que a Companhia de Desen...