segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016

Lesões à bala e à faca marcam folia neste domingo no Sertão Central

Quixadá
Dois homens baleados e outros dois esfaqueados, essas foram as ocorrências mais graves registradas neste domingo de carnaval no Sertão Central. Segundo informações da Polícia Militar os crimes ocorreram em Quixadá, Pedra Branca e Quixeramobim. Nenhuma das vítimas corre risco de morte. Uma delas é um comerciante, a outra um motociclista, a terceira um servente e o ultimo um operário.
Em Quixadá, o comerciante foi atingido por seis disparos de arma de fogo por um freguês, dentro do seu estabelecimento, um bar localizado no bairro Campo Novo. Populares informaram que o criminoso queria mais cachaça, como a vítima não atendeu, foi baleada. Entretanto, a Polícia Civil começou a investigar o caso, qualificado como tentativa de homicídio. A discussão da bebida foi apenas um pretexto para matar o comerciante. O crime ocorreu por volta das 19h30.
Cerca de meia-hora depois outro homem, um motociclista, foi baleado no distrito de Santa Cruz do Banabuiú, também conhecido como Cruzeta, na zona rural de Pedra Branca. A vítima seguia pela BR-020, quando a altura do Km 257 foi abordado por dois homens noutra motocicleta e alvejado por um dos disparos. A Polícia Civil investiga se o crime foi de tentativa de homicídio ou de roubo.
Em Quixeramobim, a Polícia registrou a primeira lesão corporal, à faca, ainda no período da tarde, por volta das 16 horas, no bairro Maravilha. Um operário de uma cooperativa de calçados foi atingido por três golpes de faca, um no peito esquerdo, um no peito direito e o último na região cervical. A vítima foi socorrida com vida para o hospital de Quixeramobim, onde ao chegar foi atendido e medicado na emergência. O autor do crime foi identificado, mas os motivos não foram revelados.
À noite, por volta das 21 horas, no bairro Duque de Caxias, uma mulher lesionou o seu companheiro com uma facada no lado esquerdo do tórax. A vítima, um servente, foi socorrida por populares ao Hospital Municipal Dr. Pontes Neto. A autora da lesão também estava sendo procurada pela Polícia. Mesmo assim o plantão policial está sendo considerado tranquilo.

Nenhum comentário:

Postagem em destaque

Operação na cadeia Pública de CANINDÉ.

141 celulares  60 carregadores  47 chips 38 baterias extras 4 pendrive 2 cartões de memória  1 balança de precisão  44 papel...