quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

“Meu irmão não merecia morrer tão novo”: Estudante de 14 anos é assassinado em Quixadá

adolescente_de_14_anosO adolescente ainda correu com objetivo de escapar dos projéteis, mas era alvejado a cada passo, e tombou sem vida em uma calçada.
O sangue é a nítida marca da violência perpetuada na maior cidade da região Central, deixando uma população amedrontada e inúmeras famílias enlutadas. Quixadá está violenta, para se ter ideia, mais duas pessoas foram assassinadas nesta terça-feira, 16, a primeira na localidade de Várzea da Onça, a segunda foi no bairro Renascer. 
adolescente_14_anos_RGPor volta das 17h30 da tarde, dois homens perseguiram o estudante Antônio Caio Lopes Soares, de apenas 14 anos. O adolescente ainda correu com objetivo de escapar dos projéteis, mas era alvejado a cada passo, tombou sem vida em uma calçada da Rua Francisca Eviline Monteiro. 
Ao todo foram acertados quatro tiros na cabeça, e um no peito esquerdo, tórax e nas nádegas. 
O momento mais tenso foi quando a irmã do adolescente chegou e entrou em desespero: “meu irmão não merecia morrer tão novo assim. Era uma criança”, a moça foi retirada por outros familiares diante da situação. Veja as imagens.
O perito Neto Cabral e a equipe do Instituto Médico Legal –IML da região Central retornavam de outro homicídio. O corpo da vítima foi levado para Quixeramobim. 
Equipes da Polícia Militar fazem diligência, enquanto a Polícia Civil já investigam os autores. Os familiares não quiseram passar outros detalhes. Os policiais não souberam dizer se o menor tinha envolvimento com ato infracional.

Nenhum comentário:

Postagem em destaque

Agricultores de Canindé elegem primeira mulher presidente do Sindicato Rural

Os agricultores (as) do município de Canindé elegeram, neste domingo (20), a primeira mulher que vai presidir a entidade sindical no muni...