domingo, 14 de fevereiro de 2016

Todoscontraomosquito Aedes aegypti


 MVS8629 web

Cerca de 200 homens do 40º Batalhão de Infantaria fazem visitas porta a porta no município para reforçar a campanha de conscientização contra o mosquito vetor da dengue, chikungunya e zika.
 MVS8721 webDiagnosticada duas vezes com degue, Maria de Fátima Soares, 62 anos, sabe bem os cuidados que se deve ter com o mosquito Aedes aegypty e provou que não será mais vítima das doenças causadas pelo inseto. Foi o que atestou a vice-governadora Izolda Cela, neste sábado (13), após lançamento do Dia Nacional de Combate ao Aedes aegypti, em Crateús, no Sertão dos Inhamuns. "A mesma preocupação da dona Maria deve ser o da dona Raimunda, da dona Iraneide e de todos os brasileiros. Não adianta o Governo fazer sua parte se a população não estiver  MVS8684 webenvolvida. O engajamento em favor da vida deve ser geral, de cada cidadão e cidadã", salientou.
Ao lado do prefeito Mauro Soares; do comandante do 40º Batalhão, coronel Dartangnan Ferreira; e do secretário de Esporte, Jeová Mota, a vice-governadora visitou casas do bairro Venâncio e conversou com os moradores sobre os cuidados com a propagação do mosquito, responsável pela transmissão da dengue, zika e chikungunya.
 MVS8697 webA dona de casa Antônia Alves Siqueira, de 51 anos, disse que o cuidado é geral e todos têm feito sua parte. "Nunca damos importância as doenças causadas pelo Aedes aegypti, mas quem já foi picado sabe como é ruím. Por isso, é fundamental que todos façam sua parte, jogando o lixo no lixo e não acumulando água", enfatizou. Sua vizinha, a aposentada Iraneide Lima de Souza, de 68 anos, chamou a atenção de todos. "Com essa visita, as pessoas que estavam acomodadas terão uma outra atitude, de prevenção. Não adianta só eu fazer e meu vizinho, não. Já tive uma filha com dengue e não é nada legal", alertou.
 MVS8710 webO comandante do 40ª Batalhão de Infantaria, tenente-coronel Dartangnan Ferreira, falou qual será a atuação dos militares durante a campanha. "Em Crateús, os militares serão destacados para pontos importantes, de grande movimento de pessoas, com o objetivo de orientar a população na luta contra o mosquito. Tivemos a capacitação de 210 homens, que estão aptos para atuarem junto dos profissionais da saúde", pontuou.
 MVS8646 webPara Izolda, o envolvimento das Forças Armadas atesta que o caso é grave e deve ser combatido. "O Exército Brasileiro na guerra contra o mosquito demonstra a gravidade do problema que temos e como deve ser tratado. Uma instituição comprometida com as mais diversas causas de segurança nacional e que só vem somar com o Governo do Estado", enfatizou.
De acordo com a vice-governadora, a prevenção em todo Estado está garantida. "Essa mobilização é realizada simultaneamente em diversas cidades brasileiras. No Ceará, são 17 municípios foram destacados pelo Ministério da Saúde para receber a ação militar, que será permanente e vai abranger todo o Estado. É o governador em campo, secretários e tantas outras representações juntos nesta campanha", salientou.

Cuidados
Para impedir a proliferação do mosquito, é fundamental eliminar todos os potenciais focos de água parada. Se isso não for possível, é necessário que todos os locais de armazenamento de água sejam mantidos bem fechados e protegidos com telas e tampas adequadas. É importante ressaltar que o tratamento da água não substitui a necessidade de remoção e proteção dos potenciais criadouros do Aeds aegypti. Baldes, potes, quartinhas, bacias, camburões e outros recipientes que guardam a água de beber e para outros usos domésticos devem ser mantidos limpos e fechados para evitar o risco de proliferação do mosquito.
A orientação da Secretaria da Saúde do Estado é que as famílias mantenham os quintais sempre limpos. É preciso também recolher, eliminar ou guardar longe da chuva todo objeto que possa acumular água, como pneus velhos, latas, recipientes plásticos, tampas de garrafas, copos descartáveis e até cascas de ovos. O lixo doméstico deve ser acondicionado em sacos plásticos e descartado adequadamente, em depósitos fechados. Depois da chuva, é recomendado fazer a vistoria no quintal e na casa para eliminar a água acumulada sobre lajes, calhas, tanques, pratinhos de vasos de planta.


Fotos: Marcos Studart / Governo do Ceará



CARDs4

Saiba Mais:


13.02.2016

Wiarlen Ribeiro
Repórter/ Célula de Reportagem

Giselle Dutra
Gestora de Célula / Secretarias


Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado
Casa Civil
comunicacao@casacivil.ce.gov.br / (85) 3466.4898

Nenhum comentário:

Postagem em destaque

Sindicato Rural realiza eleição para Nova Diretoria no domingo (20)

O Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Canindé realizará no próximo domingo (20) eleição para a escolha da nova diretoria.  Duas chapas...