sexta-feira, 4 de março de 2016

'AGENTES DE PROTEÇÃO' DO JUIZADO DE CANINDÉ CLAMAM POR 'JUSTIÇA'.

"Que o assassinato do professor e 'Agente de Proteção' do Juizado, André Luzia Domingos, ocorrido na última 3a. feira (1o. de março), não seja mais um que fica na impunidade. Justiça aos culpados!"
Foi esse o pedido feito por amigos e também 'Agentes de Proteção' do Juizado da Infância e Juventude.
O corpo de André Domingos foi sepultado nesta 5a. feira (3 de março), no Cemitério São Miguel, sob forte comoção da comunidade.
Passadas 48 horas do assassinato do Agente, a Polícia Civil ainda não conseguiu elucidar o crime.
Uma pessoa chegou a ser levada até a Delegacia de Polícia, mas foi liberada logo em seguida.

Nenhum comentário:

Postagem em destaque

Homem é executado com vários tiros no bairro Campo Velho, em Quixadá

O clima de aparente calmaria e tranquilidade de Quixadá, foi quebrado na noite deste sábado (14) quando um homicídio a bala foi registrado...