quarta-feira, 9 de março de 2016

MPCE denuncia suspeitos de matar policial em tentativa de assalto

Policial do Raio foi assassinado em tentativa de assalto em Fortaleza.
Duas pessoas foram denunciadas pelo crime, ocorrido em 12 de fevereiro.

Do G1 CE
Augusto Huebster Rabelo Félix (Foto: TV Verdes Mares/Reprodução)Policial Augusto Huebster Rabelo Félix
(Foto: TV Verdes Mares/Reprodução)
Gabriel Alves de Lima e Francisco Jardeson Martins da Cruz, suspeitos de matar o policial militar Augusto Huebester Rabelo Félix e de um comerciante em Fortaleza, foram denunciados à Justiça nesta segunda-feira (7) pelo  promotor de Justiça Pedro Olímpio Monteiro Filho, do Ministério Público do Ceará (MPCE). Gabriel Alves de Lima já responde por tráfico de drogas.
Atendendo requerimento do promotor, a  juíza Rosilene Ferreira Tabosa Facundo, da 2ª Vara Criminal de Fortaleza, decretou a prisão preventiva de Francisco Jardeson Martins da Cruz, aceitando os argumentos do Ministério Público de que ele havia atuado como coautor dos crimes. Além do policial Augusto Huebster Rabelo Félix, de 27 anos, os dois também são suspeitos de matar o idoso José Vilemar de Freitas, de 83 anos.
Jardeson Martins da Cruz também foi enquadrado pelos crimes  de aluguel de armas, receptação da arma de fogo do policial militar, associação criminosa armada e concurso material de crimes, podendo, caso condenado, receber pena de 76 anos de reclusão.
Segundo o processo, o soldado Augusto Huebester Rabelo Félix foi executado com nove tiros por volta das 6 horas do dia 12 de fevereiro, no bairro Planalto Pici, em Fortaleza, durante uma tentativa de roubo. Na ocasião, o cúmplice Bruno de Barros foi morto com um tiro pelo policial militar. Segundo a PM, ele não estava em serviço e foi vítima de uma tentativa de assalto. O soldado  Augusto Huebster Rabelo Félix estava na corporação há seis anos.
Após a ação, o réu deixou o local em uma moto de cor prata, levando a arma do policial. Em seguida, Gabriel Alves de Lima invadiu um mercadinho na Rua Professor Maria Clara, Bairro Jardim Iracema, onde atirou contra o idoso José Vilemar. Ele fugiu do local levando R$ 100. A moto utilizada nas ações foi encontrada no mesmo dia, no município de Caucaia, na Grande Fortaleza.
Gabriel Alves de Lima foi preso em flagrante no dia 13 de fevereiro, no município de São Gonçalo do Amarante, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), pouco mais de 24 horas após o ocorrido. Em depoimento na delegacia, ele confessou os crimes. Gabriel Alves de Lima teve a prisão preventiva decretada em 22 de fevereiro.

Nenhum comentário:

Postagem em destaque

Homicídio em Canindé

O fato aconteceu na praça Tomas Barbosa. Os suspeitos já foram presos por populares.  João Paulo Ferreira Justino Torres é o nome do ...