terça-feira, 22 de março de 2016

Seis pessoas são presas e armas apreendidas no CE

Operação da Polícia aconteceu nas cidades de Tauá e Parambu, no interior do Estado
Foto: divulgação SSPDS

 
Uma operação realizada por agentes do Batalhão de Polícia de Meio Ambiente (BPMA) resultou na prisão de seis pessoas e na apreensão de armas, munições, pássaros silvestres e dinheiro na região dos Inhamuns. A ação aconteceu durante o último final de semana, nas cidades Tauá e Parambu, localizadas, respectivamente a 337 e 400 quilômetros de Fortaleza.
O trabalho dos policiais começaram em Parambu, a 400 quilômetros de Fortaleza, onde quatro homens foram presos.
Um dos presos é Raimundo Lucas da Silva, de 53 anos. Com ele foram apreendidas cerca de 200 munições, remédios e pólvora, além de um papagaio. De acordo com informações, o homem realizava a venda de munições e de remédios em uma mercearia de sua propriedade. Eurico Lopes de Sousa, de 71 anos, também foi detido pelos policiais. Com o idoso foi encontrado um revólver calibre 32, com cinco munições. Segundo os militares, o suspeito reagiu no momento da prisão, mas foi controlado e levado para a delegacia.
A operação teve ainda as prisões de Francisco Lopes da Silva, de 49 anos; e Antônio Batista Menezes Almeida, de 48 anos.
Foto: divulgação SSPDS

 
Segundo os policiais, Francisco estava de posse de uma espingarda calibre 20, além de 32 munições. Em sua residência foi apreendida uma pele de animal conhecido como “catitu”, além de patas e chifres de outro animal silvestre e um apito do tipo chamariz. Outra espingarda, essa calibre 12, foi apreendida em poder de Antônio Batista. Além da arma, com ele foram encontradas seis munições e quatro pássaros silvestres. Nenhum dos capturados possuía passagem pela Polícia.
Em Tauá, a 335 quilômetros de Fortaleza, foram registradas duas prisões. Um dos presos foi identificado como José Alves Filho, de 60 anos. Com ele foi apreendida uma espingarda calibre 12 e 32 cartuchos, além de dois pássaros silvestres. O outro capturado foi Gonçalo Marcelino de Oliveira, de 53 anos. Nessa ação foram apreendidos oito pássaros silvestres, entre eles, dois papagaios.
De acordo com os policiais, no momento da abordagem Gonçalo tentou subornar os militares, oferecendo a quantia de R$ 1.000 para não ser capturado.
Outras duas espingardas calibre 32 foram apreendidas em Tauá, mas nesse caso não houve prisão.
Autuações
Todos os capturados foram conduzidos à Delegacia Regional de Tauá, onde foram autuados em flagrante. Raimundo foi autuado por comércio ilegal de munições, venda clandestina de medicamentos e por crime ambiental. Já Eurico, foi autuado por porte ilegal de arma de fogo e por resistência à prisão. Francisco, Antônio e José foram autuados por posse ilegal de arma de fogo e também na Lei dos Crimes Ambientais. Gonçalo foi autuado por crime ambiental e por corrupção ativa.

Nenhum comentário:

Postagem em destaque

Agricultores de Canindé elegem primeira mulher presidente do Sindicato Rural

Os agricultores (as) do município de Canindé elegeram, neste domingo (20), a primeira mulher que vai presidir a entidade sindical no muni...