segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Sanfoneiro de Quixadá brilha em apresentações musicais nas Olimpíadas Rio 2016

d9915765-ff6f-401e-a7cc-8fa035d298e7
O Rio de Janeiro deu espaço aos estados brasileiros para mostrar seu potencial turístico e cultural. Dentre os vários estados lá estava o Ceará.
Grupo Musical Marcos Lessa
Entre os sete músicos lá estava um quixadaense de talento: Raimundo Nonato Lima Neto que, apesar de jovem, 25 anos, há treze anos movimenta talentosamente seus hábeis dedos.
Com orgulho, não esconde suas origens. Natural de Quixadá, diz que seus pais nasceram e viveram na zona rural de Umarizeira, onde também moram avós, tios e outros familiares.
Nonato Lima lembra emocionado que aprendeu com o pai Francimar o gosto pela sanfona. “Sou o homem mais feliz do mundo, não me vejo fazendo outra coisa”, afirma. Durante entrevista, uma jornalista estrangeira entra no animado clima da conversa com o quixadaense. Ela quer saber o nome do instrumento.
“Sanfona, fole ou acordeon?”, pergunta. Nonato ri e responde: “Francisco ou Chico, tanto faz!”
Nonato Lima já ganhou três (3) festivais: Limoeiro – Ceará; Fortaleza – nível de Nordeste; e o terceiro internacional, em Janeiro da Bahia. Por conta deste último título veio o reconhecimento de Flávio Leandro, um dos maiores músicos do Brasil, de quem é amigão, para gravação de uma composição.a2e3164a-ff5a-4e13-b284-979eed0daafb


Nas Olimpíadas Rio 2016 eles se apresentaram no espaço do Rio Media Center, local que acomoda a imprensa do mundo inteiro. Foram trazidos pela SETUR do Estado do Ceará. Além do show de quase duas horas os estrangeiros degustaram a culinária cearense.
 

Nenhum comentário:

Postagem em destaque

Mulher e adolescente são flagrados com fuzil e drogas

Uma mulher identificada como Sinoelia Barbosa, de 37 anos de idade, e um adolescente de 17 anos de idade, foram flagrados com um fuzil e...