quinta-feira, 27 de outubro de 2016

'Acabou com minha vida', diz vítima de hacker preso por extorsão

Suspeito hackeou perfis de 300 mulheres no Ceará e mais nove estados. 
Em troca dos dados, homem exigia dinheiro e fotos íntimas das mulheres.

Do G1 CE

Em troca de mensagens, garota diz que hacker "acabou" com a vida dela (Foto: Reprodução)Em troca de mensagens, garota diz que hacker
"acabou" com a vida dela (Foto: Reprodução)
"Você acabou com minha vida e de várias outras meninas". Este foi um dos desabafos feitos por uma vítima de um homem de 21 anos preso por suspeita de hackear mais de 300 perfis de mulheres na internet no Ceará e em outros nove estados. Renan Estrela Nascimento de Oliveira foi preso durante uma operação da Polícia Civil do Ceará no município de Triunfo, na Paraíba.
Em trocas de mensagens pela internet, o suspeito responde à garota em tom de deboche: "Não acabei com sua vida, você está exagerando, você não passou nem a metade do que as minhas meninas passaram".
Segundo investigações da Delegacia Municipal de Ipaumirim, no interior do Ceará, o suspeito usava o perfil pessoal em uma rede social para atrair as mulheres, que tinham entre 16 e 24 anos.
De acordo com a Polícia Civil, depois de uma conversa inicial, o suspeito conseguia roubar o login e a senha de acesso e invadia os perfis das vítimas. Em troca dos dados, Renan Estrela exigia dinheiro e fotos íntimas das mulheres. De posse das fotos, ele publicava as fotografias nos perfis das garotas. O advogado dele, Ricardo Davi Messias, negou o envolvimento do cliente nos crimes de extorsão e disse que iria apresentar a defesa nos autos.
O delegado titular da Delegacia Municipal de Ipaumirim, Felipe Lira, explica que o suspeitos desenvolveu um programa de computador capaz de rastrear as senhas das mulheres. “Ele disse que aprendeu tudo sozinho, participando de fóruns na internet e assistindo a vídeos no YouTube. Ele se aproveitava da vulnerabilidade das vítimas para aplicar o golpe”, disse o delegado.
Prisão
O suspeito foi preso na residência que dividia com os avós e a mãe, na cidade paraibana de Triunfo. Durante a prisão, os policiais encontram seis celulares e um computador pessoal, que passaram por perícia para analisar o conteúdo armazenado nos aparelhos. Conforme a polícia, alguns arquivos chegaram a ser apagados, por isso, ainda precisam passar por uma vistoria minuciosa para encontrar mais dados.
Além de fotos íntimas das vítimas, foi encontrada ainda uma lista com cerca de 300 nomes e senhas de possíveis vítimas do golpe. O hacker chegou a confessar em depoimento que se inspirou no filme para cometer os crimes.
Em 2013, o homem chegou a ser ouvido como testemunha em um inquérito semelhante que investigava extorsões feitas contra mulheres na internet. Por falta de prova, ele foi inocentado. Ele não tinha passagem pela Polícia.
O suspeito foi conduzido ao Ceará, onde foi autuado pelo crime de extorsão e por divulgar ou publicar conteúdo sexual envolvendo crianças e adolescentes. Vítimas de outros estados já entraram em contato com a Delegacia de Ipaumirim para tentar confirmar a participação de Renan em golpes aplicados contra as vítimas.

Paróquia da Igreja Católica no Ceará é condenada por danos morais após padre expulsar criança

Processo que envolve a Igreja Católica e uma criança tem decisão inédita pelo Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE). A 3ª Câmara de Direito Privado do órgão condenou a Paróquia de Pereiro, distante 334 Km de Fortaleza,  a pagar R$ 10,8 mil de indenização danos morais para menino que foi xingado e expulso da congregação durante celebração da primeira comunhão.
O caso, julgado na quarta-feira (26), teve relatoria da desembargadora Maria Vilauba Fausto Lopes. Para a magistrada, “restou plenamente comprovado que o abuso de autoridade do pároco causou, além de dor, constrangimento e amargura, graves sequelas psicológicas na criança, impedindo, inclusive, a sua primeira eucaristia”.
De acordo com os autos, em 10 de setembro de 2010, o menino, acompanhado da mãe, se encontrava na Igreja para a realização de sua primeira comunhão. A criança narrou que, pelo fato de estar conversando com seus colegas, foi advertido pelo padre para ficar em silêncio. Por não ter obedecido, foi xingado e puxado pela orelha, pelo sacerdote, que o colocou para fora da igreja, ocasião em que bateu a cabeça contra a porta.
Afirmou que, logo após ter sido expulso, o pároco o chamou de “macaco mutante”, debochando de seu sorriso, em frente a todos os presentes. Também sustentou ter sofrido abalos psicológicos, e que por isso não quis mais ir à escola ou a quaisquer lugares públicos. Por essa razão, representado pela sua mãe, ingressou com ação requerendo indenização por danos morais.
Na contestação, a paróquia alegou que o padre é homem de bem e que de maneira sutil e em tom de brincadeira, no intuito de educar a criança, a conduziu para fora da igreja, no intuito de servir de reprimenda para que aprendesse a respeitar os cultos religiosos. Afirmou que o sacerdote não teria praticado nenhum ato discriminatório contra a vítima, pois é de sua índole proteger os injustiçados, sobretudo em se tratando de menores, motivo suficiente à improcedência do pedido.
Ao julgar a ação, em julho de 2014, o Juízo da Vara Única da Comarca de Pereiro condenou a Paróquia da Igreja Católica de Pereiro ao pagamento de R$ 10,8 mil a título de danos morais.
Solicitando a modificação da decisão,  a paróquia ingressou com apelação no TJCE, requerendo a minoração do valor da indenização.
Ao julgar o caso, a 3ª Câmara de Direito Privado manteve, por unanimidade, a sentença de 1º Grau. A relatora explicou que a “indenização por danos morais fixada é uma forma de compensar a violência física e emocional causada ao menor pelo padre, e que não vulnera a capacidade econômica da paróquia, a quem o agente é subordinado em razão de sua atividade sacerdotal, sendo, portanto, responsável por seu adimplemento”.

Fonte: DN

CUIDADO!!!

ESTE SABONETE PODE CAUSAR CÂNCER E QUASE TODO MUNDO USA













Hoje em dia, boa parte das pessoas usa sabonetes antibacterianos no dia a dia para higienizar a pele.
O problema é que a maioria desses sabonetes contém uma substância altamente nociva, capaz de produzir em nós problemas muito graves, como o câncer.

E, por falta de informação, as pessoas não têm noção e abusam do consumo de produtos que contém tal substância.

Nós estamos do triclosan. Seu sabonete contém essa perigosa substância?

O problema é que não só sabonetes, mas diversos produtos são produzidos com esse veneno.

Infelizmente o triclosan é utilizado em uma grande variedade de produtos: sabonetes, pastas de dentes, sabonetes bactericidas, desodorantes, sabão para lavar roupas, perfumes, objetos de primeiros socorros com função antimicrobiana, roupas, sapatos, carpetes, plásticos próprios para serem utilizados em alimentos, brinquedos, roupas de cama, colchões, adesivos, em equipamentos como ar-condicionado, tintas, mangueiras de combate a incêndios, banheiras, equipamentos de produção de gelo, borrachas, escova de dente.

Pensa que a lista acabou? Não!

O triclosan também é utilizado como pesticida.

No Brasil, a substância é regulada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e a máxima concentração autorizada em produtos de higiene pessoal, cosméticos e perfumes é de 0,3%.

"Ah, mas 0,3% é muito pouco, não apresenta risco!", dirão alguns.

O problema é que o triclosan está sendo utilizado em uma grande quantidade de produtos e a exposição está sendo cada vez maior e constante.

O maior risco, sem dúvida, é o do uso desnecessário de sabonetes produzidos com ele, aumentando em muito esse contato.

E mais, o problema do triclosan também está relacionado à falta de informação sobre os riscos associados ao seu uso indiscriminado.

Isso é sério, pois estamos condicionados a utilizar produtos com triclosan o tempo todo, sem a real necessidade e sem limites, e ninguém adverte sobre isso.

Há muitas pesquisas que provam que o triclosan propicia o aumento da resistência bacteriana.

De uma forma simplificada, significa que o uso de produtos que contenham o triclosan pode fazer com que as bactérias que queremos eliminar se tornem cada vez mais resistentes.

Isto é, o triclosan contribui para o surgimento das temíveis superbactérias, altamente resistentes e mortais.

E pode contribuir também para a resistência a antibióticos, trazendo nefastas consequências para a saúde humana.

E mais uma consequência: é possível que, após deixar de usar um cosmético que contém triclosan como principal ingrediente, o efeito causado seja o agravamento daquilo que se quer evitar.

Por exemplo, no caso dos desodorantes, o mau odor na área das axilas será mais forte, já que as bactérias tornaram-se resistentes e agora em maior número.

Mas o pior do triclosan ainda está por vir: a substância, que também é um pesticida, pode afetar o sistema hormonal do corpo, principalmente os hormônios da tireoide, que regulam o metabolismo.

E pesquisadores do Estado da Virginia, nos Estados Unidos, concluíram que o uso de sabonetes antibacterianos e de outros produtos com triclosan pode expor as pessoas a quantidades significativas de clorofórmio.

O que ocorre é que, quando o triclosan, presente em muitos sabonetes, reage com o cloro da água corrente, forma-se o clorofórmio.

E a Agência de Proteção Ambiental dos EUA classifica o clorofórmio como uma provável causa de câncer.

O QUE FAZER

O primeiro passo é procurar diminuir essa exagerada exposição ao triclosan.

Olhe o rótulo do seu sabão/sabonete.

Contém triclosan?

Substitua por outro mais natural.

Já existem no mercado produtos que, em vez do triclosan, utilizam antimicrobianos naturais, como os óleos essenciais de alecrim, pitanga, cravo-da-índia, camomila e canela.

O bicarbonato de sódio é outra boa opção, tanto para fins cosméticos como para higiene.

Essa dica não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

Fonte: curapelanatureza

Em Tauá bandidos morrem em confronto com a Polícia

Antônio Agildo Teixeira e Francisco Ariel Cruz Pedroza, 26 e 29 anos respectivamente, naturais de Mombaça e que residiam na localidade de Bom Jesus, zona rural daquele município, tombaram sem vida durante confronto com policiais da Força Tática de Apoio do (FTA) do 13º BPM de Tauá. O confronto aconteceu após um assalto praticado pela dupla em uma fazenda da região do Distrito do Carrapateiras em Tauá. A identificação dos corpos foi divulgada na tarde desta quarta-feira, 26.
O assalto aconteceu na manhã desta quarta-feira (26), na Fazenda Nova Floresta, no citado Distrito. Uma das vítimas identificada por Doralice que trabalha com a venda de milho, estava em sua residência quando foi abordada pelos assaltantes que chegaram numa motocicleta Bros de cor vermelha, ano 2010, de placa NUX 4100, com inscrição de Mombaça-CE, ambos armados de revólveres calibre 38.
Revólveres usados pelos assaltantes e dinheiro das vítimas recuperado
"Eles chegaram dizendo que pretendiam comprar 20 sacas de milho, e em seguida anunciaram o assalto", contou Doralice à reportagem.

No momento em que os meliantes abordaram a dona da casa, um cunhado da mesma identificado por Francisco, chegava na residência e também foi rendido pelos meliantes que a exigiam dinheiro das vítimas e se apoderaram de uma quantia superior a R$ 2 mil reais e um telefone celular. "Fui obrigado a deitar no chão e fiquei sobre a mira de armas, sendo a todo instante ameaçado pelos bandidos", disse seu Francisco ao ser entrevistado pela reportagem da Rádio Difusora.

Enquanto se desenvolvia o assalto um filho da dona da casa identificado por Hugo, chegava no local em um carro Fiat Strada, e a chegada do rapaz deixou os meliantes assustados que fugiram do local levando o dinheiro e um celular das vítimas.

Após a fuga, as vítimas acionaram a Polícia e imediatamente uma composição da FTA, composta pelos policiais Teixeira, Wilker, Bruno Oliveira e Luís Júnior, saíram no encalço dos bandidos que seguiam em direção ao Distrito de Inhamuns.

O confronto

Entre as localidades de Castelo e Assentamento 1º de Setembro os assaltantes foram localizados pela Polícia, houve troca de tiros e os dois meliantes tombaram sem vida em uma estrada vicinal no limite dos Distritos do Carrapateiras e Inhamuns.

A viatura policial também foi atingida com um tiro no parabrisas dianteiro, com o projétil atingindo o encosto do banco do motorista que por sorte não foi atingido.

Com os mesmos a Polícia recuperou todo o dinheiro do assalto, R$ 2.460,00, um celular pertencente a uma das vítimas, a motocicleta em que eles empreendiam fuga e dois revólveres calibre 38, com capacidade para 6 tiros, sendo que uma das armas tinha 4 munições deflagradas e a outra três.

Confirmada a morte dos assaltantes o rabecão do IML e a Perícia Forense de Tauá foram acionados e os corpos foram conduzidos para o Núcleo de Perícia Forense dos Inhamuns.

No início da tarde, os policiais que participaram da diligência, compareceram na 14ª DP de Tauá, entregaram os objetos encontrados com os assaltantes e prestaram esclarecimentos sobre a operação que resultou na morte dos bandidos.

Relembre a notícia! Dupla já havia sido presa em Abril pelo FTA em Tauá

Uma equipe da Força Tática de Apoio, do 13º Batalhão de Polícia Militar de Tauá, composta pelos policiais Teixeira e Bruno, prendeu no início da tarde de quarta-feira, 27 de abril, um trio acusado da prática de vários assaltos na cidade, segundo informou o Cel. Sérgio, que também participou da operação, realizada na Rua Projetada B, no Bairro Bezerra e Souza.

Segundo as primeiras informações, os assaltantes trabalhavam como pedreiros e serventes durante o dia e praticavam os assaltos a noite.

O policial militar Teixeira, do FTA, disse que na residência foram apreendidas duas motos, uma Honda Brós, cor vermelha, placa NUX 4100-Mombaça e uma Honda Titan 124, envelopada também na cor vermelha, placa HXR 5551-Tauá, dois revólveres, munição, celulares, vestes usadas nos assaltos, dentre outros objetos. Eles são acusados de assaltar pelo menos dois postos de combustíveis, mercantil O Valmir e pessoas que manuseavam smartphones pela cidade.

O trio foi conduzido para a Delegacia de Polícia Civil para o aprofundamento das investigações.

Com informações do Blog do Wilrismar

REBELIÃO NA CADEIA DE CAMOCIM: DETENTOS DESTROEM TUDO


Camocim Polícia 24h

quarta-feira, 26 de outubro de 2016

LUTO!

Foi encontrado sem vida em sua residencia (ao lado da UPA), o vigia Antônio Costa mais conhecido por todos pelo apelido carinhoso de Colão, o sepultamento será às  ?:00h. o horário correto ainda não foi decidido visto que a família espera a chegada dos filhos dele que moram em outros Estados.

Colão será sempre lembrado pelo seu jeito descontraído.

A perda de um ente querido é a prova mais dolorosa que o Espírito enfrenta em sua breve passagem pela Terra. Como entender um fato que parece fechar todas as portas à esperança? Conviver sem a presença física de quem tanto estimamos?

Controlar a saudade dos mínimos gestos? Saudade essa que ao contrário do que dizem, parece aumentar com o tempo.
Como suportar a voz que se calou trazendo um terrível silêncio? E o que fazer para conter as lágrimas diante das fotografias de um passado que não retorna?
Manter a confiança torna-se tarefa complicada quando o futuro nos parece tão incerto.
Tudo a nossa volta parece sem sentido e penoso, falta coragem para os mínimos atos. Emoções se misturam, num instante a revolta, a descrença, a vontade de gritar sem parar e em outro momento, reina a melancolia, o pranto, a vontade de desistir.

Desesperados queremos nos apoiar em algo, mas parece não haver remédio para nossa dor!
Como almejamos por notícias, por provas de que a vida prossegue, de que um dia o reencontro realmente ocorrerá, mas nossos apelos parecem em vão.

Por que tamanha dor que dilacera nossas almas e ceifou nossos sonhos? São as perguntas que continuamos a buscar.

Suspeitos de matar português são identificados

Casal flagrado por câmeras de segurança segue foragido
Casal segue foragido (Foto: divulgação)
Inspetores da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) elucidaram o caso da morte do português Nuno Antônio Portugal Torres, de 39 anos, ocorrida no dia 17 deste mês, durante um assalto no bairro Montese. Após diligências, os policiais da especializada identificaram o casal apontado como responsável pleo crime.
Jackson Henrique Lopes de Sousa, de 23 anos, e Wégila da Silva Felix, de 27 anos, estão foragidos e a Polícia segue com os trabalhos, a fim de capturar o casal. Durante as buscas, os policiais apreenderam a roupa utilizada por Wégila no dia do crime.
Com a identificação, a Justiça Estadual já autorizou a prisão temporária do casal. Entretanto, até o momento, os dois não foram encontrados. Qualquer informação sobre o paradeiro do casal pode ser repassada à Polícia por meio do disque denúncia ou da DHPP (3257-4807). 
No dia do crime, imagens de circuito interno foram divulgadas, mostrando a ação dos suspeitos.Na última semana, um novo vídeo mostrando o carro utilizado pelos suspeitos, foi divulgado pela Polícia Civil. 
Enquanto o casal entra, finge ter interesse em um relógio que o comerciante anunciou em um aplicativo de vendas, o terceiro suspeito fica do lado de fora e observa o movimento. Enquanto isto, o outro suspeito apresenta uma arma e tenta render Nuno, que reagiu e tentou tirar a arma do suspeito. Outras imagens divulgadas horas após o crime, mostram a ação, dentro da loja.  
O caso
Nuno foi morto no dia 17, durante uma tentativa de assalto. A vítima era dona de um estabelecimento comercial, no Montese, e marcou um encontro com os dois suspeitos, que fingiam ser clientes, em um aplicativo de vendas pela internet.
Em meio a negociação de um relógio, o homem saca a arma e anuncia o assalto. O suspeito e o português travam luta corporal e Jackson atira na vítima, que cai.

Jovem é preso suspeito de hackear perfis e extorquir mulheres na Paraíba

Suspeito de 21 anos foi preso na cidade de Triunfo pela Civil do Ceará.
Lista foi encontrada com mais de 300 perfis de mulheres hackeados.

Do G1 PB

Análise pericial será feita em computador e celulares apreendidos (Foto: Felipe Lira/Polícia Civil)Análise pericial será feita em celulares apreendidos
(Foto: Felipe Lira/Polícia Civil)
Um homem de 21 anos foi preso suspeito de hackear pelo menos 300 perfis de mulheres na rede social Facebook e extorquir vítimas, solicitando dinheiro em troca do sigilo de conversas e fotos íntimas hackeadas por ele na internet. O suspeito foi preso na última sexta-feira (21), no município de Triunfo, Sertão da Paraíba, mas a prisão só foi divulgada e confirmada nessa terça-feira (25) pela Polícia Civil do Ceará.
De acordo com o delegado Felipe Lira, da Polícia Civil de Ipaumirim, no Ceará, após a prisão, o suspeito confessou o crime, cometido há pelo menos três anos. Durante as investigações, a polícia encontrou uma lista com mais de 300 nomes de perfis hackeados.
Para hackear os perfis, o suspeito informou que explorava as próprias vulnerabilidades das redes sociais, através de softwares produzidos por ele.  Para conseguir o dinheiro, o jovem entrava em contato com algum familiar e solicitava fotos íntimas ou dinheiro. Segundo o delegado, mesmo quando as vítimas obedeciam, o suspeito publicava as fotos e conversas íntimas nos perfis das vítimas.
Conforme explicações da Polícia Civil, o jovem teria se inspirado em um filme para cometer os atos criminosos. Além disso, não teria demonstrado, durante depoimento, arrependimento ou consciência da gravidade dos crimes cometidos.
O delegado Felipe Lira informou que as investigações não estão encerradas, tendo em vista que alguns depósitos bancários eram feitos em contas bancárias pertencentes a outras pessoas. “Não descartamos a participação de outras pessoas”, ressaltou.
Além disso, não há como precisar quantas mulheres foram vítimas do jovem. “Após análise pericial que será feita no computador e nos celulares apreendidos vamos poder ter maior dimensão dos fatos acontecidos”, explicou o delegado.
O suspeito vai responder por extorsão e exibição ou publicação de fotografia com cunho sexual de crianças e adolescentes e se encontra preso na Cadeia Pública de Ipaumirim, no Ceará.

Juiz determina busca e apreensão em comitê de Capitão Wagner

Polícia Federal cumpriu, nesta terça-feira (25), um mandado de busca e apreensão no comitê central do candidato Capitão Wagner (PR), localizado na Avenida Barão de Studart. A determinação veio do juiz da 116º Zona Eleitoral de Fortaleza, José Krentel Ferreira Filho, após denúncias sobre uma suposta distribuição ilegal de camisetas. Os agentes, porém, não encontraram nenhum material ilegal no local.
Os policiais federais chegaram ao local por volta das 14h30, acompanhados de representantes da Justiça Eleitoral. Segundo integrantes do comitê, eles pediram para verificar o porta-mala de todos os veículos que estavam no local, além de fazerem uma busca no antigo prédio da Companhia Energética do Ceará (Coelce), utilizado pelo comitê. "Nada foi encontrado", confirmou um dos agentes da PF.
Um cofre localizado no andar inferior do antigo prédio da Coelce, porém, chamou a atenção da Polícia Federal, que requisitou um chaveiro para abrir o compartimento, já que ninguém no local tinha conhecimento do segredo ou chave para abri-lo. Segundo a assessoria de imprensa do candidato Capitão Wagner, "o cofre está no prédio desde os tempos de Coelce e não é usado pelo comitê".
Até o fechamento desta matéria, a PF seguia tentando abrir o cofre para concluir o mandado.
Resposta
Em nota, a assessoria de imprensa do candidato Capitão Wagner resssaltou que "a fiscalização teve acesso a todos os espaços e dependências do local, sem que fosse observado qualquer ato ou indício de irregularidade por parte da coligação Juntos Somos Mais". O comunicado também destacou que "a campanha de Capitão Wagner reitera seu total compromisso com o cidadão, com a democracia e com a verdade, de modo que manterá uma campanha justa, honesta e limpa até sua conclusão".
Fonte: DN

Recurso de chamadas de vídeo do WhastApp começa a ser testado em celulares Android

WhatsApp, aplicativo de mensagens instantâneas, continua se atualizando. A função de chamadas em vídeo que foi disponibilizada há alguns dias no Windows Phone, começa a ser testada agora em aparelhos com sistema operacional Android. Segundo o blog Android Police, os usuários podem fazer uso do recurso baixando a função beta do app.  
Por ser um recurso que ainda está sendo testado pelos desenvolvedores, as chamadas tendem a travar, mesmo que os internautas estejam em uma conexão de dados muito boa. Ao que tudo indica, a função melhorará quando for finalizada e, se as falhas continuarem, os usuários poderão enviar relatórios e notas para o aplicativo da mesma forma como acontece com as chamadas de vídeo do Facebook.  
Como usar  
Para ser ativado, é necessário que o usuário faça uma ligação para qualquer contato. Assim que a chamada for solicitada, o WhatsApp perguntará se o internauta deseja iniciar uma conversa por vídeo ou por áudio. 
Cuidados  
No início do ano muitas pessoas tiveram seus celulares infectados depois que baixaram falsos aplicativos que diziam incluir a função no WhatsApp. Para que os ataques sejam evitados, é recomendado que os usários esperem a data de lançamento para instalarem a nova versão. 

Carro colide com metrô do Cariri; mãe e filha ficam feridas

c3
Juazeiro do Norte. O Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), metrô de superfície do Cariri, colidiu na tarde desta terça-feira (25) com um carro no bairro Antônio Vieira, neste município. A motorista do veículo Renault Duster, identificada como Janeanne Nascimento, de 35 anos, teria avançado a linha férrea, no cruzamento da Avenida Paulo Maia com rua Poeta José Bernardo da Silva.
A condutora, e sua filha de 5 anos, que seguia no banco de trás na cadeirinha de segurança, foram atendidas por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), no entanto, ambas não tiveram ferimentos graves.  O veículo ficou com a lateral completamente danificada. Já o VLT, seguiu viagem instantes após o acidente. Na passagem de nível onde ocorreu a colisão, existe a sinalização  ponto cruz, porém, não há nenhuma cancela.
carro 2Código de Trânsito Brasileiro
De acordo com o que se preconiza no Código de Trânsito Brasileiro, a linha férrea é sempre preferencial, e transpô-la sem parar constitui-se em infração gravíssima. Segundo especialistas, um trem, com velocidade moderada a baixa, necessita de pelo menos 500 metros para parar totalmente, após o maquinista acionar os freios.
Dicas de segurança
– Ao se aproximar da linha férrea, pare o veículo totalmente, observe e só depois siga em frente;
-A linha férrea é sempre preferencial;
-Redobre a atenção em caso de neblina ou chuva;
-Nunca estacione próximo da linha férrea;
-Aguarde a passagem total do trem, caso não haja cancela no local.

Vamos nessa!!!

terça-feira, 25 de outubro de 2016

Habilitação para 'cinquentinha' se torna obrigatória

A partir do dia 1º de novembro, passa a valer em todo o Brasil a exigência de habilitação para guiar motos "cinquentinhas" - como são conhecidos os veículos ciclomotores que atingem até 50km/h - conforme resolução do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran). No Ceará, menos de 20 veículos da categoria estão registrados no Departamento Estadual de Trânsito (Detran-CE), embora mais de 2 mil deles estejam apreendidos no pátio do órgão devido à circulação irregular nas vias.
Daqui a uma semana, o condutor de ciclomotores flagrado pela fiscalização sem portar documento de habilitação cometerá infração gravíssima e será penalizado com multa agravada, multiplicada por três. Como a multa para esse tipo de infração subirá para R$ 293,47, a cobrança chegará a R$ 880,41. O veículo também poderá ser apreendido.
Neste ano, a aplicação dessas multas foi adiada duas vezes; a previsão inicial era março. O Denatran chegou a dizer que a cobrança começaria em junho, mas voltou atrás. O primeiro adiamento daria tempo aos Centros de Formação de Condutores (CFCs) a se prepararem para emitir a Autorização para Conduzir Ciclomotores (ACC), documento específico para o veículo.
Valor
Na segunda vez, o órgão responsabilizou a promulgação da Lei 13.281, de maio, que determinou o aumento do valor das multas e incluiu a ACC como um dos documentos aceitos para conduzir as "cinquentinhas". Na época, vários Estados chegaram a emitir as multas, e o Denatran indicou que os usuários poderiam recorrer das punições.
Além da habilitação, os condutores de "cinquentinhas" também devem emplacar os veículos, conforme resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran). Atualmente, só podem circular em vias os ciclomotores devidamente registrados no Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam). O prazo expira em outubro de 2017.
O presidente do Sindicato dos Centros de Formação de Condutores de Veículos do Ceará (Sindcfcs), Wellington dos Santos, classifica a nova medida como "inconsistente". "A maioria das pessoas que anda nessas motos não tem um grau de instrução alto e lê e escreve muito pouco. Como elas vão tirar a carteira se precisam passar por uma prova teórica?", afirma.
Segundo ele, autoescolas cearenses oferecem o curso para ACC, mas não têm uma procura expressiva porque é mais vantajoso tirar a categoria A da CNH. "Se a pessoa tirar a ACC e depois quiser tirar a CNH, para dirigir uma moto mais potente, vai precisar fazer tudo de novo", conta. O Detran informa que ainda não emitiu nenhuma ACC porque, até agora, nenhuma autoescola enviou candidato para tal fim. (Colaborou Nícolas Paulino)
Fique por dentro
Motorista pode escolher entre dois documentos
Para conduzir uma "cinquentinha", é necessário possuir a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) na categoria A, para motos, ou a Autorização para Conduzir Ciclomotores (ACC). Esta última, contudo, não permite guiar motos mais potentes. A emissão dos documentos é semelhante, porém, a carga horária é diferente. Para obter a ACC, são 20h/aula no curso teórico e 10h/aula para a parte prática. Para tirar a CNH, são necessárias 45h/aula teóricas e 20h/aula práticas.

Ladrão rouba dois celulares no Ceará e é assaltado e agredido na fuga

Suspeito do 1º roubo prestou b.o. por assalto e lesão corporal contra ele.
Em depoimento, suspeito preso assumiu o crime e foi levado a cadeia.

Do G1 CE








Um jovem de 18 anos roubou dois celulares e teve os mesmos aparelhos roubados cerca de 10 minutos depois na cidade de Sobral, no interior do Ceará, neste domingo (23). De acordo com a Polícia Civil, Adreys Rodrigues de Sousa, que havia assaltado uma mulher e levado os celulares, se recusou a dar os telefones aos outros dois suspeitos e foi agredido.
"Na chegada à delegacia, o Adreys pediu ao delegado plantonistas pra registrar um boletim de ocorrência contra os dois que roubaram ele, que foram identificados apenas por Natan e Boquinha", relata o inspetor da Polícia Civil Inácio Prado.
De acordo com a Polícia Civil, Adreys Rodrigues assaltou uma mulher que saía de uma igreja no Parque da Cidade, por volta das 9h. A vítima comunicou o crime à Polícia Militar, que localizou o suspeito cerca de 10 minutos depois com marcas de agressão.
"Quando foi abordado, ainda tentou fugir, mas estava muito machucado e viu a PM o havia cercado e se rendeu, pedindo que fossem presos os dois que assaltaram ele", explica o policial. Além do roubo, Adreys denunciou Natan e "Boquinha" à Polícia Civil por lesão corporal. 
"Nós já estávamos com a vítima na viatura, que reconheceu ele de imediato. O mais inusitado é que ele fez um boletim de ocorrência e reclamou da violência", relatou o sargento da Polícia Militar Frota.

Até a tarde desta segunda, os suspeitos de assaltar Adreys Rodrigues não foram localizados. Após prestar depoimento – assumindo o crime, de acordo com Polícia Civil –, Adrys foi encaminhado à Cadeia Pública de Sobral.

Suspeito de roubo é assaltado e agredido durante a fuga e reclama da violência em delegacia (Foto: Sobral 24 horas)Suspeito de roubo é assaltado e agredido durante a fuga e reclama da violência em delegacia (Foto: Sobral 24 horas)


Postagem em destaque

Passe Livre

Projeto visa garantir Passe Livre para estudantes do IFCE Tramita na Câmara Municipal de Vereadores de Canindé o projeto de Lei nº...