quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

Controladoria afasta quatro PMs em ocorrência envolvendo Inácio Arruda nas eleições

inácioControladoria Geral de Disciplina afastou preventivamente, nesta quarta (28), quatro policiais militares por suspeita de abuso de autoridade. No domingo, dia 02 de outubro de 2016, segundo dia de eleições, os PMs foram acionados via CIOPS para averiguar uma ocorrência de boca de urna no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE). Na abordagem, estavam envolvidos o secretario da Ciência, Tecnologia e Educação Superior do Ceará, Inácio Arruda, a esposa e três filhos. 
Ao iniciarem os procedimentos de averiguação dos fatos, os oficiais teriam agido, segundo a Contralodoria, com abuso de autoridade, agredindo populares e excedendo na abordagem policial e no uso da força. A decisão com base no "ato incompatível com a função pública" foi divulgada no Boletim do Comando Geral (BCG) da Polícia Militar do Ceará desta quarta-feira (28).
Ainda de acordo com o boletim, o Subtenente Wladimir Gomes Bezerra, o Sargento Josiel Lopes dos Santos e os soldados João Alves de Souza Neto e Antônio Halyjones da Silva Nascimento foram afastados preventivamente de seus cargos através de despacho, pois por ter sido instaurada sindicância disciplinar para averiguar o comportamento dos PMs, a Controladora Geral de Disciplina fez uso do artigo 18, da Lei Complementar nº98/2011, que diz que "compete ao Controlador Geral afastar preventivmente das funções os servidores integrantes do grupo de atividade de polícia judiciária, policiais militares, bombeiros militares e agentes penitenciários que estejam submetidos à sindiância ou processo administrativo disciplinar, por prática de ato incompatível com com a funçõa pública".

Nenhum comentário:

Postagem em destaque

Raio de Canindé bota pra lascar.

Foi preso na noite de terça feira no bairro do “S”,  individuo portando um revolver cal. 38 o nome dele não foi divulgado, o que se sabe p...