quarta-feira, 22 de março de 2017

Chineses retiram carne brasileira das prateleiras

Após o escândalo envolvendo grandes exportadores de carne do Brasil, alguns dos maiores supermercados da China decidiram retirar de suas prateleiras os produtos brasileiros de origem bovina e de frango.
A medida foi tomada dias após a China banir temporariamente as importações de carne brasileira.
Este foi o primeiro sinal concreto de que o problema envolvendo a indústria processadora do Brasil está afetando os negócios em seu principal mercado de exportação.
Adotaram a medida: a Sun Art Retail, maior rede de hipermercados da China; Wal-Mart e Metro.
Temores sobre a qualidade do produto exportado pelo Brasil surgiram depois que a Polícia Federal deflagrou a operação “Carne Fraca”, na última semana, acusando fiscais de receberem subornos para permitir a venda de produtos estragados e contaminados.
Uma porta-voz da Sun Art Retail, que opera 400 hipermercados chineses, disse nesta quarta-feira que a rede recolheu carne fornecida pela BRF (BRFS3.SA: Cotações) e pela JBS (JBSS3.SA: Cotações) de suas prateleiras a partir de segunda-feira. A carne bovina brasileira responde por menos de 10 por cento da oferta da Sun Art Retail, segundo ela.
O Wal-Mart também retirou produtos de carne brasileira de suas lojas, afirmou uma pessoas familiarizada com o assunto. Já a alemã Metro recolheu asas e coxas de frango de suas lojas na China, segundo um gerente da rede, que pediu para não ser identificado porque não estava autorizado a falar com a imprensa.

Nenhum comentário:

Postagem em destaque

Homicídio em Canindé

O fato aconteceu na praça Tomas Barbosa. Os suspeitos já foram presos por populares.  João Paulo Ferreira Justino Torres é o nome do ...