segunda-feira, 6 de março de 2017

Homem é executado com vários tiros no distrito mais violento de Quixadá

Nos quatro primeiros dias do mês de março, o rastro da violência na cidade de Quixadá, na região Central, já deixou muito sangue. Um casal foi baleado no bairro Triângulo, no dia 01; no dia seguinte, um jovem que seguia a pé pela Rua Oliveira, no Campo Novo, foi atacado por dois bandidos e sofreu vários tiros; nesta sexta-feira, 04, o artesão Francisco Leandro da Silva Santo, 22 anos foi agredido a facadas no bairro Monte Alegre.
Na noite deste sábado, 04, homens armados consumaram um homicídio na sede do distrito de Várzea da Onça. Testemunhas relatam que os criminosos chegaram em um veículo Corolla, abordaram a vítima Paulo Queiroz Barros – “Paulo Daninha”, 48 anos, e praticamente a queima-roupa, atiraram várias vezes, acertando-o principalmente a cabeça. O homem morreu no local.
Policiais Militares foram acionados e fizeram buscas com o objetivo de prender os autores do crime, mas até o momento sem detalhes.
A Delegacia Regional de Polícia Civil de Quixadá iniciará o processo de investigação interrogando testemunhas.
O distrito de Várzea da Onda é atualmente o lugar mais perigoso da zona rural de Quixadá, sendo “palco” de vários homicídios em 2016 e continua neste ano. Moradores denunciam que a comercialização de droga é escancarada.

Nenhum comentário:

Postagem em destaque

Codece vai reformar galpão da fábrica em Canindé, afirma vereador Assis Vieira

O vereador Assis Vieira afirmou na tribuna da Câmara, durante a sessão ordinária da última sexta-feira (11), que a Companhia de Desen...