quarta-feira, 22 de março de 2017

Vistoria apreende celulares em CPPL

Policiais militares do Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque) e agentes penitenciários realizaram, ontem, uma vistoria na Casa de Privação Provisória de Liberdade Professor José Jucá Neto (CPPL III), no Complexo Penitenciário de Itaitinga I. Celulares, drogas e outros ilícitos foram apreendidos nas vivências. Oito túneis, entre iniciados e completos, teriam sido encontrados no local, segundo o Conselho Penitenciário do Ceará (Copen). No entanto, a Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus) informou que nenhum túnel foi localizado na unidade.
Conforme o BPChoque, na vistoria de ontem, apenas rescaldos dos túneis achados na semana passada foram encontrados. Ontem, os militares e agentes vistoriaram três ruas, mas nenhum túnel foi localizado. A quantidade de ilícitos apreendidos não foi repassada pela Secretaria de Justiça até o fechamento desta matéria.
O presídio vistoriado é onde estão os detentos que declararam ser aliados à facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC). Cerca de 60 PMs do BPChoque participaram da vistoria, que ocorreu sem tumulto.
Em fevereiro deste ano, uma busca na unidade apreendeu 175 celulares e 1,5 kg de drogas na Em vistoria na semana passada, no dia 14, agentes penitenciários e o BPChoque encontraram quatro túneis no presídio.
PCC
Na ocasião, chamou a atenção, do representante do presidente do Conpen, Cláudio Justa, órgão fiscalizador do Sistema Penitenciário cearense, o grande número de túneis presentes apenas na Vivência A, onde estão recolhidos os detentos mais perigosos, dentre membros do PCC.
Dois dias antes, na madrugada do domingo, 12 presos fugiram por um túnel cavado na CPPL III, e apenas Paulo Roberto Monteiro Targino, de 23 anos, foi recapturado.
Permanecem foragidos Antônio Claudenir Araújo da Silva, 29, Eduardo do Nascimento, 23, Jordson da Conceição, 24, Lucas Wesley Chaves Costa, 21 e Paulo Henrique da Silva Lourenço, 22, que respondem por roubo; Bruno Leonardo Martins da Silva, 35, Francisco das Chagas Alves de Araújo, 21, Kauê Ferreira Sales Barbosa, 26, Marcondes Almeida Ezequiel, 22, Renato de Paiva Aguiar, 33 e Ricardo Régis Moura Bezerra Junior, 24, que respondem pelos crimes de homicídio ou tráfico.

Nenhum comentário:

Postagem em destaque

Operação na cadeia Pública de CANINDÉ.

141 celulares  60 carregadores  47 chips 38 baterias extras 4 pendrive 2 cartões de memória  1 balança de precisão  44 papel...