quinta-feira, 8 de junho de 2017

Bando estava montando uma facção em Quixadá

A empregada doméstica Ana Núbia de Lima Melo; o namorado, Cregivan Almeida de Oliveira; e um irmão dela, Luis Fernando de Lima Melo estavam tentando montar uma facção criminosa, no Município de Quixadá. A gangue já se denominava 'Bonde dos Monólitos'. A referência sobre a facção foi feita à Polícia, após a prisão de um grupo de 11 pessoas, na tarde da última quarta-feira (31), dentro de uma residência no bairro Planalto Universitário, em Quixadá, do qual o trio fazia parte.
O delegado Flávio Ribeiro Júnior, responsável pela lavratura do auto de prisão em flagrante do bando criminoso informou que dois dos 11 membros saíram de Pacajus para integrar a quadrilha, levando armas de fogo. Eles também estavam munidos de ferramentas como picareta, martelo e serra metálica para realizarem arrombamentos em prédios comerciais e residências.
"Eles pretendiam aproveitar o período de festas juninas para agirem com mais facilidade, tanto nos arrombamentos, como os assaltos à mão armada", acrescentou um investigador da Polícia Civil. A Polícia ainda está levantando se os membros da quadrilha, oriundos da Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), integram a facção criminosa Guardiões do Estado (GDE).
Confronto
Além dos 11 presos, um dos supostos membros do bando, que tentava se organizar para a prática de crimes maiores, foi morto durante um confronto com a PM. O homem que tombou durante a troca de tiros foi Francisco Alandiego da Silva Freires, 22. O imóvel onde o restante da quadrilha estava foi cercado com o apoio do BPRaio e equipes da Polícia Civil.
No local havia objetos roubados de uma empresária, na noite anterior; uma Honda Biz, também roubada; um automóvel Volkswagen Fox; quatro armas e um carregador.

Nenhum comentário:

Postagem em destaque

Ministério Público recomenda que prefeita realize o pagamento de servidores pontualmente

O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), através da 2ª Promotoria de Justiça de Canindé, baixou uma Portaria de instauração de pr...