sexta-feira, 23 de junho de 2017

Policial que atirou contra seguranças vai a júri

O policial militar Johnatan Tiago Silva de Andrade será levado a júri popular por ter atirado contra os seguranças Bruno de Castro Francilino e Jaime Gomes da Silva Neto. A decisão prevê que o réu seja julgado por duas tentativas de homicídio. Uma por motivo fútil e surpresa, e a outra com a qualificadora, por surpresa.
A sentença de pronúncia, proferida pelo juiz titular da 2ª Vara do Júri de Fortaleza Henrique Jorge Holanda Silveira, mantém a prisão preventiva do acusado. De acordo com a decisão, Andrade deve permanecer preso para garantir a ordem pública.
Os crimes aconteceram há menos de um ano, na festa Garota Write, realizada no Terminal Marítimo de Passageiros do Mucuripe, em Fortaleza. Conforme a acusação, o PM iniciou uma discussão com o coordenador de segurança do evento e, quando era levado pela equipe até a área externa, sacou uma arma e disparou contra Francilino. Testemunhas contam que ao tentar segurar o braço do militar, Jaime Gomes foi atingido no abdômen.

Nenhum comentário:

Postagem em destaque

Criança atingida por bala.

Menina de 14 anos é morta no Benfica em Fortaleza; mãe e bebê são atingidas por bala Vítimas estavam na calçada de uma rua quando...