sexta-feira, 21 de julho de 2017

Desabafo de uma autoridade.

Resultado de imagem para major patente
Meu cordial bom dia A todos desse grupo, em especial ao nosso grande CMT. Cel Viana e Cel. Adriano. Sou o Major. R.Menezes, CMT. da 4cia/1Bpm - Limoeiro do Norte, área do Vale do Jaguaribe e bastante complicada por conta da criminalidade. 

Não gosto muito de me manifestar em redes sociais,mas no momento,algo me preocupa muito como Agente de Segurança: Audiência de Custódia. Esse mecanismo de exagerado protecionismo a bandidos, se não mudar, em um curto espaço de tempo, vai aniquilar os bons profissionais de Segurança, porque o bandido é tratado como vítima, a vítima não é citada e o policial, como marginal. Absurdo, safadeza e fator desmotivador. Aconteceu aqui: Uma comunidade ha bem pouco tempo,vinha sendo aterrorizada com ações de marginais com assaltos e ataques rotineiros, chegou ao ponto das queixas chegarem ao conhecimento do Nosso exceletissimo Sr. Secretário de Segurança, que por sua vez, fez uma recomendação ao cmt. do 1Bpm,para darmos mais atenção naquela comunidade. Isso já vinhamos fazendo e logo, conseguimos pegar os safados,que eram possuidores de um rosário de crimes bem considerável  dentre os quais: roubos, latrocínio, homicídios e tráfico de drogas e ambos foragidos e procurados, mas acho que procurados para serem amparados e não para serem punidos aos rigores da lei. Foram pegos em flagrantes, arma, pertences das vítimas, veículos roubados, réus confessos de dois homicídios só no município de Quixeré, se intituladas membros da facção Primeiro Comando da Capital-PCC, resistiram à prisão, se machucaram caindo de uma motocicleta tentando fugir da abordagem, mas nada disso foi perguntado na Bendita Audiência  de Custódia. Ouvi bem as perguntas: O sr foi maltratado ao ser preso? O delegado falou para o sr que poderia ficar calado? o sr apanhou dos policiais que lhe prenderam? O sr reconhece os policiais? Faltou só perguntar se as vítimas tinham batido neles. Aí já sabemos, orientados e para tentar se safar, todo bandido já sabe o que dizer: Descarregam uma avalanche de acusações contra os policiais, acusações essas mentirosa e levianas. Revoltante. Ao final, O Defensor Público brada: Excelência, quero a apuração desse caso! Para onde vai? DAI- Delegacia de Assuntos Internos. Isso Desmotiva, e se não houver mudanças, logo, logo quem vai querer prender? Sim, isso também poderá levar um bom profissional ao suicídio. Quem é o bandido afinal? Me desculpem os CMTS, pelo tamanho do texto. Ainda não desanimei totalmente. Vamos à luta! Obrigado.

Fonte: Whatzapp

Nenhum comentário:

Postagem em destaque

Raio de Canindé bota pra lascar.

Foi preso na noite de terça feira no bairro do “S”,  individuo portando um revolver cal. 38 o nome dele não foi divulgado, o que se sabe p...