quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Polícia prende envolvido na morte de radialista em Camocim

A Polícia Civil de Camocim prendeu, na última terça-feira (8), um dos homens acusados de matar o radialista Gleydson Carvalho, em Camocim, em junho de 2015. A prisão ocorreu na localidade de Parazinho, em Granja, por meio do cumprimento de um mandado de prisão preventiva. 
Valdir Arruda Lopes, 29 anos, já havia sido preso na época e ganhado liberdade após seis meses de reclusão. No entanto, por decisão do Poder Judiciário, um novo mandado de prisão foi expedido e, até então, Valdir se encontrava foragido. Por meio de diligências realizadas pelos policiais civis atuantes na unidade regional de Camocim, o homem foi localizado. 
De acordo com as investigações, o suspeito era investigado por ter dado apoio logístico a ação criminosa. Inclusive, utilizou do seu veículo para dar fuga aos autores do homicídio. Valdir foi conduzido para a Delegacia Regional de Camocim, e em seguida, foi encaminhado para a Cadeia Pública da cidade. 
Outros quatro homens são suspeitos de participar do crime. Um deles está preso e os outros foragidos. 
Gleydson Carvalho foi assassinado enquanto apresentava seu programa, na Rádio Liberdade FM, em Camocim. Dois homens
interromperam a transmissão ao vivo, e efetuaram três disparos contra o radialista.

Nenhum comentário:

Postagem em destaque

Agricultores de Canindé elegem primeira mulher presidente do Sindicato Rural

Os agricultores (as) do município de Canindé elegeram, neste domingo (20), a primeira mulher que vai presidir a entidade sindical no muni...